Pandemia Emocional e a Gestão de Pessoas: Impactos e Contribuições


Muito fala-se em pandemia do Coronavírus, mas existem outros grandes impactos como consequência dela, uma delas é a Pandemia Emocional. Ligada diretamente ao medo excessivo, ansiedade e insegurança.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, O Brasil tem a maior prevalência de depressão da América Latina, doença que afeta 4,4% da população mundial, e 5,6% dos brasileiros. A depressão cresceu 18% nos últimos 10 anos. E agora em tempos de pandemia, a OMS prevê aumento de casos de ansiedade e depressão devido o distanciamento social.

No contexto pessoal e familiar, sentimentos como impotência, preocupação, tensão, liberdade limitada, mudanças e adaptações rápidas, distanciamento social ou em alguns casos os conflitos com a casa cheia, preocupação da família quando alguém precisa sair para trabalhar, profissionais em home office repentinamente e ainda lidar com crianças que estão em casa e com dificuldade de compreender os acontecimentos. Todos esses pontos devem ser repensados e avaliados no do equilíbrio emocional. Entender que é circunstancial, e que o apoio mútuo e diálogo serão fundamentais para conseguir superar todos os desafios que cada contexto irá provocar em nossas vidas.

No contexto laboral, seja para o empresário, trabalhador formal e o informal, em que situações antagônicas se preocupam com a incerteza do dia de amanhã. Impactos na produtividade, falta de caixa para pagar funcionários e fornecedores. É importante demonstrar empatia, entender o caráter holístico da situação (medo pessoal, pressão da família). O olhar humano, sensibilidade, comunicação serão determinantes em demonstrar que todos estão no mesmo lado, talvez em circunstancias distintas, mas todos precisam se cuidar, e cuidar dos demais, seja âmbito laboral, familiar ou sociedade.

Algumas dicas para esse momento:

– Fortalecer a inteligência emocional: Busca autoconhecimento; autocontrole; autogestão;

– Autocuidado para cuidar dos demais. Se as pessoas verem que está se cuidando, isso irá gerar nos demais espelho positivo.

– Filtrar as informações, é importante manter-se atualizado, porém filtrando e também avaliando os fatores positivos, como as

pessoas que estão sendo curadas do coronavírus.

– Organizar as atividades diárias e semanais, com a família, crianças, das atividades do trabalho, e estudo.

– Buscar atividades que podem ser realizadas nesse momento e que geram prazer.

– Realizar atividades de entretenimento, mesmo que sejam filmes de comedia ou virtualmente.

– Reserve um momento consigo mesmo para refletir com você está.

– Além das necessidades básicas, sono, boa alimentação e exercícios físicos, mesmo sendo em casa.

– Fortalecer a inteligência emocional: Busca autoconhecimento; autocontrole; autogestão;

– Autocuidado para cuidar dos demais. Se as pessoas verem que está se cuidando, isso irá gerar nos demais espelho positivo.

– Filtrar as informações, é importante manter-se atualizado,porém filtrando e também avaliando os fatores positivos,como as pessoas que estão sendo curadas do coronavírus.

Yvethlane Alves de Faria

Psicóloga, Gestora de Pessoas, Pós graduada em Direito e Processo do trabalho, Líder Coach e Practioner em PNL, cursando Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento.


O QUE ACHOU?